Como é difícil desligar

Hello people’s!!

Depois de uma longaaa jornada afastada, por motivos de..sou mãe, sim isso mesmo. Uma coisa que a maternidade me mostrou é que nem sempre as coisas saem no tempo e do jeito que gostaríamos, mas vamos nos desdobrando e tentando. O post de hoje eu escrevi quando estávamos indo pra Salvador dia 12/09/18, ou seja faz quase 1 mês, mas ele estava guardadinho e é super pertinente no momento. Principalmente pra mim que acabei de passar as semanas mais estressantes e corridas da vida(preparando a festinha de 1 ano da Isa), mas sobre isso volto mais tarde pra contar.

Como é difícil desligar né, estamos indo pra Salvador, a família toda(eu, Igor, Isa, minha sogra, meu sogro e minha cunhada), a Isa está com a avó no banco dela, se divertindo. Eu? Poderia estar dormindo, lendo um livro(que não leio um faz tantoo tempo, e olha que eu AMO ler), mas não, estou aqui escrevendo, porque a cabeça não para. E percebi o quanto é difícil relaxar, e desligar hoje em dia, não sei se isso é uma característica só das mães, acho que é da população em geral, dessa nossa geração que quer tudo pra ontem e rápido.

Mas penso que cabeça de mãe trabalha mais que 10 caras da bolsa de valores juntos. Em 40’ de voo eu consegui pensar se tinha pego tudo(pelo que eu lembre peguei), se havia lembrado de fechar todas as janelas de casa, desligar as tomadas e trancar a porta, se havia respondido todos os e-mails do trabalho, os directs do insta. E aí depois de todo esse check list, pensei, que bom, vou tirar um cochilo, aham, ledo engano, a cabeça continua a pensar em mil coisas, mil afazeres, mil idéias.

E ultimamente tenho tentado pensar mais em mim, na mulher Marina, e não na mãe da Isabella, tenho falado muito sobre isso na terapia ultimamente, que quando viramos mães deixamos de pensar em nós, pelo menos por um tempo, eu acredito que seja o primeiro ano(afinal é o tempo que eu estou), sei que nesse último ano eu só tinha olhos para roupas de bebê, sapato de bebê, livros de bebê, programas de bebê. Não consigo lembrar quando foi a última vez que comprei algo pra mim, que li um livro, que passei algum tempo que seja pensando em mim e não nela. Sei que não fazemos isso por mal, mas acho que é instinto, cuidado sei lá, acho também que rola a culpa de “como assim, vou pensar em mim e não nela?”

E nessa de tentar pensar um pouco mais em mim, percebi que fazendo isso, estou pensando nela também, afinal ser mãe na maior parte do tempo exige não só preparo físico, mas preparo mental principalmente, e uma mãe cansada, estressada, com mil coisas na cabeça, não consegue dar o melhor de si para o filho. Por isso tenho pensado nas coisas que posso fazer sozinha, sei que por enquanto ainda é difícil, mas ano que vem ela vai pra escola meio período, e já estou fazendo mil planos do que vou fazer nesse tempo, e isso já me ajuda a pensar em mim, nem que seja por alguns minutos.

Acho também que por mais difícil que seja, devemos sempre trabalhar com a ideia de que temos que lembrar de quem somos  antes dos filhos, do que gostamos, e não deixar essa pessoa se perder, entendo que por um tempo essa pessoa fique guardada no armário, como um vestido de verão durante o inverno, mas quando o frio passar, devemos tirar o vestido, porém não podemos deixar o inverno ser igual na Rússia, que dura praticamente a vida toda, devemos saber dosar. Afinal, você continua sendo você, e seu filho é plus na sua vida, ele veio para agregar e não para ser o protagonista da sua vida, esse deve sempre ser você mesma.

E por isso eu disse que esse texto era tão pertinente nesse momento,pois depois que eu mesma escrevi tudo isso, mais uma vez me deixei levar pela maternidade e parei de pensar em mim e no que eu gosto, que é escrever aqui. Portanto agora devo e vou voltar a fazer por mim, pra mim. Se eu arranjo tempo para as coisas da Isa, tenho que conseguir arranjar tempo também pra mim.

E você já voltou a pensar em si? Ou ainda está 100% focada nos filhos?

IMG_1992

Isa se divertindo em Salvador

IMG_1949

E eu curtindo o marido na festa que fomos lá, enquanto a Isa estava com a vovó

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s