O Parto de Kate

kate-middleton-11

Kate 8 horas após o parto

Ela e seu parto são o assunto da semana. Tenho lido muito sobre o assunto, principalmente nas redes sociais, e devo dizer que estou CHOCADA com os comentários que andei lendo por aí.

“Parem de condenar a cesariana, eu tive 3 filhos de cesárea, porque eu escolhi, teria mais 10 assim!”

“Respeitem minha escolha pela cesariana”

“Ninguém é obrigada a sofrer com parto normal”

“Me recuperei super rápido da minha cesárea, não senti nada, faria tudo de novo!”

Primeiro de tudo, parem, parem com esses discursos, cesariana é uma cirurgia que deve ser feita em caso de necessidade. Você tiraria sua vesícula sem necessidade?? Cesariana é a mesma coisa. Ela é muito bem vinda, mas apenas quando necessária, ela não deve ser opção de ninguém.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o segundo país com maior percentual de partos realizados por cesárea do mundo (55,6%) e só perde para a República Dominicana, onde a taxa chega a 56,4%.  Não fui eu quem disse, não foi a blogueirinha quem disse, foi a ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Essas pessoas estudam isso.

Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a situação é ainda mais dramática no âmbito da medicina privada: 85,5% dos partos são realizados por cesárea no sistema de saúde suplementar, quando o ideal para o Brasil seria uma taxa entre 25% e 30%, conforme orientação da OMS. Esses trechos foram retirados da matéria da Revista Exame, aqui.

E se você acha que ESCOLHEU fazer uma cesariana, sinto lhe informar, você foi INDUZIDA a isso. Seu médico, que acha desnecessário sentir dor, ou que acha que parto normal é coisa da idade da pedra. Sua amiga que também foi induzida a uma cesárea que te disse que foi maravilhoso. Sua sogra que te diz que sentir dor é loucura(mas não te diz que você vai estar com 7 camadas da sua barriga cortada, cheia de pontos, e que inevitavelmente você vai sentir dor). A mocinha da novela que aparece parindo e gritando como se alguém tivesse matando ela, e isso te assusta. Ou seja, todos esses cenários te levaram a ESCOLHER a cesárea, mas você não escolheu nada, a sociedade cesarista brasileira escolheu por você e ainda te fez acreditar que a escolha foi sua.

Concordo plenamente que não estamos na Inglaterra, e que nosso sistema de saúde não é igual lá. Ela saiu 8h após o parto, pois terá todo auxilio necessário em casa, e não porque ela é princesa, lá isso ocorre com todas as mulheres. Mas que ela saiu somente porque teve um parto normal(e possivelmente natural), isso é óbvio.

Agora, não podemos fechar os olhos e achar que o parto normal realizado pela maioria dos hospitais do SUS é realmente normal. Existem milhares de casos de violência obstétrica, e eu falo mais sobre isso nesse post( Como se preparar para o parto). Não concordo que seja forçado um parto normal até as últimas consequências, acho sim que a cesariana está aí para emergências, e para salvar vidas, portanto quando o parto normal não é possível, mas só saberá se ele não é possível, se ele tiver iniciado, e tiver tido tempo suficiente para perceber que ele não vai evoluir. E apenas 8 horas de trabalho de parto, nem sempre é suficiente para ele evoluir. O que ocorre muitas vezes é que a mulher vai para o hospital na fase latente do trabalho de parto, o que pode durar até 48h. Só é considerado trabalho de parto a partir da fase ativa, quando tem de 3/4 cm de dilatação e o apagamento total do colo do útero, aqui tem bem explicadinho sobre as fases do parto. E quando ela vai na fase latente, os médicos não querem esperar até evoluir pra fase ativa e expulsão, e aí dizem que ela não tem dilatação, que ela não tem passagem, e ela acaba indo pra cesariana.

Ou seja, não se trata apenas de escolhas, trata-se de saúde, e o que é recomendado pelos órgãos de saúde mundial. Se quiser se informar mais sobre as recomendações da OMS esse link aqui explica bem. E por favor, estude, informe-se, leia antes de dizer que escolheu por uma cesariana. Saiba o que é melhor para o seu filho e para você, o que é mais saudável, e o que os estudos dizem e não o que o seu médico que não quer correr o risco do seu filho nascer no Natal, ou no Ano Novo, te fala que é melhor.

Como eu sempre digo, informação é tudo!!

Maas, que Kate só saiu assim, plena e de salto após o parto porque tinha uma equipe toda para maquiar e arrumar ela, não podemos negar né haha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s