Deixando o bebê para trabalhar

Você mãe, que precisa, ou precisará ir trabalhar e deixar o bebê com alguém, sim eu sei não é fácil, e acho que é o que acontece com 90% das mães hoje em dia. Eu saio 3x por semana por algumas horas(o máximo que fico fora são 4 horas) e já sinto demais, imagino como é pra quem trabalha fora o dia todo, todos os dias, você tem meu maior respeito mamãe!

A ideia inicial é que a Isabella ficaria com o Igor no escritório enquanto eu fosse trabalhar. No começo ele conseguia porque ela ficava mais quietinha, dormia bastante, mas com o passar dos meses ela exige mais de atenção né, então começou a ficar difícil pra ele, e comecei a chamar uma babá pra ficar com eles, achei uma agência que cobra por hora, o que pra mim é ideal, afinal eu não preciso de alguém o dia todo, o problema é que cada dia ia uma pessoa diferente, e quando começou a ir sempre a mesma menina, e nós nos acostumamos com ela, ela saiu da agência. Comecei a procurar outras agências e achei várias opções, mas da mesma maneira, cada hora vai alguém diferente, e o coração da mãe fica como? Apertado.

Gente, independente com quem seu filho fique, com a avó, bisavó, babá, escolinha, tia, pai, etc.. O coração sempre vai ficar apertado, sempre vai ficar a vontade de não ir trabalhar e ficar com a cria, mas eu sempre gostei muito do meu trabalho, e acho muito importante não largar tudo para virar apenas mãe(essa é a minha opinião, meu modo de pensar, e o que funciona para a minha vida), então o que eu pude fazer foi diminuir minha carga horária, mas sei que isso não é uma opção para a maioria. Meu conselho é vá tranquila, você não está abandonando seu filho, e agora ele pode até não entender, mas quando crescer vai entender e até agradecer por você não ter abandonado sua carreira. Eu penso que abandonar tudo no início pode ser ótimo, mas quando as crianças crescerem e não dependerem tanto de você, talvez você sinta falta do seu emprego e da sua carreira. Se for o caso, tente mudar sua ocupação para algo que te permita mais flexibilidade de horário, ou se sua empresa tiver a opção de trabalhar com home office também é uma alternativa. Cheguei a essa conclusão depois de conversar com várias mães, tanto de bebês, quanto de crianças, quanto de adolescentes.

Não devemos NUNCA deixar de ser a mulher que éramos antes de nos tornarmos mãe, devemos saber dividir, e juntar as duas em uma só. Afinal toda mulher tem o dom de se dividir e de ser várias em uma só.

Para as meninas que trabalham em casa, com os afazeres domésticos, sei também que não é fácil, eu tento também lavar roupa, fazer comida, arrumar alguma coisa em casa nos dias que não saio e sei o quanto é difícil, o quanto é complicado achar tempo para fazer as coisas, vocês também tem meu maior respeito e admiração.

Mother Coming Home to Daughter --- Image by © Edward Bock/Corbis

E nada melhor do que voltar pra casa e ser recebida assim!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s