Exterogestação

Vamos falar um pouco sobre os 3 primeiros meses do bebê, e o porque eles são os (considerados) mais difíceis!

Mas e o que é a exterogestação?? É a teoria que diz que a gestação não dura só 9 meses, e sim 12 meses, sendo os 3 últimos fora do corpo da mãe, ou seja, os 3 primeiros meses do bebê ainda são considerados parte da gestação. E o ideal é que o bebê vá entendendo aos poucos que ele nasceu, e o que é a vida aqui fora. Nesse artigo da Revista Crescer explica detalhadamente a exterogestação.

Vou falar um pouco da minha experiência real nesses 3 meses iniciais. Não, eles não são fáceis, e são “N” motivos que contribuem para essa dificuldade. Primeiro que toda adaptação a uma nova situação é difícil, mesmo que você já tenha tido filho antes, esse bebê é novo. Então antes de qualquer coisa, mantenha a calma, porque se é novo pra você, imagina pro bebezinho que mal sabe que ele saiu do aconchego da sua barriga e terá que enfrentar esse mundo novo. Ele é totalmente dependente de você, então dedique-se totalmente a ele.

Dentro da sua barriga ele não tinha hora pra comer, ele era alimentado direto o tempo todo. Ele não tinha hora de dormir, ele dormia quando tava afim. Lá dentro era quentinho e escuro, e o sons eram bem abafados, mesmo sendo bem altos, eles não eram estridentes.

Portanto, alimente-o quando ele solicitar(a famosa livre demanda), mantenha-o sempre bem aconchegado, seja no sling, seja só no colo, seja no charutinho(enrolado por um tecido), mas sempre próximo a você, afinal é o seu cheiro, o seu batimento cardíaco, o seu toque e a sua voz que ele está acostumado a ouvir e sentir. Evite muito barulho e principalmente barulhos que surjam do nada, por exemplo, estar tudo quieto e de repente alguém entra gritando, ele vai assustar e vai chorar. Nessa fase eles precisam que o barulho seja constante, pode ser alto, mas constante, afinal seu coração, que era o som que ele mais ouvia lá dentro, não parava nunca, e o som era bem alto.

Nesses 3 primeiro meses, o bebê ainda não tem como se “acostumar” mal, ele ainda não entende rotina, e não ficará mimado se você manter ele no colo. Lembre-se, ele ainda não entendeu que nasceu.

A Isabella durante os 2 primeiros meses, mamava de 2 em 2 horas, sim contadas no relógio, mas isso era ela quem decidia, tinha dias por exemplo que era de 1 em 1 hora, e outras vezes ela espaçava mais ou menos, mas na maioria do tempo era de 2 em 2 mesmo. Ela dormiu no meu quarto, no bercinho dela, apenas no primeiro mês, apesar da recomendação de dormir no quarto dos pais até 6 meses, aqui em casa não funcionava, era ruim pra mim e pra ela. Ela sempre se mexeu muito, e toda mexida ela dava um resmunguinho, e óbvio que qualquer ruído que ela soltava eu pulava da cama pra olhar como ela estava, ou seja, eu não dormia a noite toda. E se a gente levantasse para qualquer coisa, ela acabava acordando também, porque fazia barulho. Decidimos então que iríamos fazer um teste de colocar ela no quarto dela, se desse certo que bom, se não ela voltaria pro nosso. E na primeira noite no quarto dela, ela dormiu 4 horas seguidas, fiquei tão feliz, porque ela realmente não estava se sentindo bem no nosso quarto. Mas continuamos com as milhares de mamadas durante a madrugada.

Durante o dia, ela ficava muito deitada no peito, eu deitava e colocava ela em cima de mim, e ali ficávamos por horas, era muito bom pra mim e pra ela, e se eu tinha medo dela acostumar mal e só querer o colo?!? Naquele momento não, afinal era um momento tão gostoso e só nosso! E como e disse nessa fase eles não tem noção que nasceram, por isso não se acostumam com muita coisa, e hoje juro que sinto saudades de deitar com ela daquele jeito, mas ela não fica nem por decreto haha!

Os famosos white noise, ou ruído branco em português, também ajudam muuuiiitoooo, e coloca muito nisso. A Isabella só acalmava com o barulho do secador, ela dormia TODA  a noite com esse barulho, nós baixamos na internet e colocamos uma caixinha de som com esse barulho dentro do berço dela, e era batata, tirava o som, ela acordava. No início todo mundo achava a gente louco, onde já se viu deixar a criança com aquele barulho na orelha?! Mas com o tempo todo mundo se acostumou e percebeu que era real e séria essa teoria. E sim, eu tinha medo dela se acostumar a só dormir com esse barulho e precisar dele pra sempre, maaass como eu já disse várias vezes, tudo é fase e passa. E como um passe de mágica, no final dos 3 meses, esse barulho já não funcionava mais, por um lado fiquei feliz, afinal ela não tinha acostumado com o barulho, mas por outro, fiquei não triste, mas percebi que minha bebê tinha entendido que nasceu, e que agora seria tudo muito diferente. E uma nova fase se iniciava.

Os 3 primeiros meses, servem para adaptação de vocês, dos pais com o bebê, e do bebê com o mundo, não queira colocar rotina, forçar o bebê a dormir sozinho, estipular horário de amamentar, tudo isso vai se adequar a partir do 4º mês, antes disso ele nem sabe que nasceu. Curta esses momentos sem pressão, sem stress, porque vai passar.

 

IMG_3581

O sling ajuda muito também nessa fase, que você consegue fazer as coisas com o bebê juntinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s