Maternidade Leve

Faz 5 meses que eu me tornei mãe, 5 meses que eu não sei o que é dormir, 5 meses de entrega, de culpa(porque mãe sente tanta culpa??), de falta de paciência(as vezes) e isso não é crime e nem é errado. 5 meses de escolhas, de abrir mão de algumas coisas, mas não de tudo. Quem disse que para ser mãe precisa deixar de ser mulher?

Eu sempre gostei muito de ler, mas nunca achei que saberia escrever, meu marido sempre disse que eu seria uma boa escritora, sempre desconfiei, sempre achei que escrever era dom, igual ser mãe, não é toda mulher que nasce pronta pra ser mãe, na verdade acho que ninguém nasce pronta pra nada nessa vida, algumas aprendem e viram mãe, mas a grande maioria tem o dom. Sabe aquela coisa de saber o que fazer quando o bebê chora? Então, a gente não aprende isso lendo, tudo bem que lendo a gente aprende alguns truques, alguns conselhos, mas coração de mãe sempre sabe o que fazer pra sua cria.

Pois bem, como sempre gostei muito de ler, sempre me informava das coisas lendo. Quando fiquei noiva, sai comprando tudo que é revista de noiva, entrava em blogs de noiva, site de casamento, meu instagram era só coisa de casamento, as pessoas até me perguntavam, “de onde vc tirou isso?” E as vezes eu nem sabia de qual fonte tinha vindo de tanto que eu procurava e pesquisava. Quando descobri que estava grávida não seria diferente né. Então sai pesquisando tudo quanto é coisa de bebê, maternidade, parto, amamentação, enxoval e tudo que se possa imaginar do universo materno infantil. E acho que foi isso que me fez levar a maternidade de forma leve, tranqüila. Não que seja fácil, nunca ninguém disse que seria, mas pode ser leve.

E ter noção das coisas, saber o que é normal e o que não é, e acima de tudo ter convicção no que você acredita, no que você confia é a melhor coisa. Porque palpite e conselho não vão faltar, e não acho que seja por mal, as vezes as pessoas só querem ajudar, mas na maioria das vezes só atrapalha mesmo. Por isso acredite no seu instinto, garanto que você e só você sabe o que é melhor pro seu bebê. E fica tranquila, ele não vai morrer e nem quebrar, assim do nada.

E saibam, mãe erra, nossa como mãe erra!! Mas mãe erra querendo acertar, querendo o melhor sempre, então erro de mãe é (quase) sempre perdoável.

E é sobre esse jeito leve de levar a maternidade, que eu quero falar nesse blog, tentar diminuir essa culpa toda que nós mães insistimos em sentir. Vem comigo?!?IMG_6486

Princesa Isabella e seus 5 meses no mês da Páscoa, é muito amor!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s